Instituto de Pesquisas Psíquicas Imagick
.
.
Fator Mental
.
 
por: João Coutinho

O homem é a expressão de sua crença. 

Na verdade, você é invisível.

 Quando olhamos uma pessoa vemos apenas seu corpo, suas roupas, seu jeito de falar, seu comportamento. 

Não vemos os seus motivos, seus sentimentos, sua fé, sua confiança, seus sonhos, suas aspirações, seus anseios e sua alma.

O corpo físico não tem iniciativa própria,  nem inteligência autoconsciente sem o uso da vontade da mente. 

O que se faz da realidade é o que experimentamos interiormente. 

Podemos falar das coisas sentindo de outro jeito no coração; até de se comportar de certa maneira e sermos diferente por dentro. 

Podemos incorporar um personagem em determinados lugares, mas jamais deixaremos de ser nós mesmos na intimidade.

A vida tem leis perfeitas que determinam o equilíbrio do universo.

 O mundo exterior penetra através dos cinco sentidos e é compartilhado por todas as pessoas ao seu redor.

 Enquanto no mundo interior, onde vivem os seus pensamentos, sentimentos, imaginação, sensações, crenças e reações são invisíveis e só pertence a você.

A vida nunca pune.

 Aprendemos com ela, do seu jeito, impessoal, ela procura sinalizar e advertir de diversas formas, através das situações para que possamos  perceber a verdade. 

Em nossas crenças, ao sofrermos, chegamos a acreditar que Deus está nos castigando, mas na realidade, ninguém é vitima.

 É que a justiça divina responde a cada um conforme o que se dá.

Por esse motivo, o seu Deus não perdoa, pois ele não julga.

 É através do  entendimento que você se eleva espiritualmente, a prática e os erros traz discernimento, amadurece, enquanto o julgamento limita, dificulta, atrai o sofrimento. 

Assim, o seu Deus não castiga, se permite alguns desafios é para que seu espírito amadureça, mas a leis impessoais da mente humana reagem e respondem de acordo com o que for impresso nelas.

É por este prisma, que podemos dizer que toda pessoa tem fé. A fé é uma maneira de pensar, é uma atitude mental.

 Se você acredita em coisas boas a fé te levará para as coisas positivas, porém se acredita em coisas ruins a fé te levará a coisas negativas.

Se você acredita em um Deus que pune então será punido, se acreditas que seu Deus  envia doenças, dores e sofrimentos; ou mesmo numa deidade cruel e vingativa ele o será para você.

 A sua mente é impessoal, por isso a sua fé será direcionada para aquilo em que acredita.

Desta forma, pessoas concebem o seu Deus como um homem de negócios. Alguém que se pode negociar a sorte e a vida. 

Se agir de certa maneira e ser bom, conseguirá que seu Deus o perdoa e receberá dele tudo o que precisa para ser feliz, em troca, rezará e o louvará para o resto de sua vida.
 

 Perdoar é dar e receber algo.

Afinal, muitas destas crenças foram aprendidas e incorporadas de uma maneira que as pessoas as consideram certas. A vida eterna, o destino, seus pecados e o paraíso são negociáveis, desde de que se cumpram as obrigações religiosas.

Assim pessoas altamente iludidas com a vida, pessimistas, irresponsáveis, que se comprazem e sofrem por seus fracassos enxergam nisso a única alternativa para ser feliz. 

Na realidade, o maior intuito da vida é ser feliz.

Só que felicidade, diz o Dalai Lama, é uma atitude mental. Quando pensamos lançamos à nossa volta energias conforme a qualidade dos nossos pensamentos. 

As preocupações, o ressentimento, o ciúme, o ódio, a ira e a melancolia acabam-se expressando no corpo em várias doenças e criam um ambiente energético de qualidade negativa.

Isso pode acontecer em momentos muito dolorosos de nossas vidas, em que o sofrimento é verdadeiro. 

Mas, muitas vezes, aquilo a que se dá tanta importância, ou aquilo que se acredita como verdade, faz o mesmo efeito em seu sistema nervoso, ainda que seja uma ilusão.

Prisioneiros do medo e escravo das circunstâncias, o homem  que dá importância a idéias negativas, ao julgamento dos outros e de si próprio vive na maledicência.

 O medo provoca dor e sofrimento.

 O amor e a boa vontade trazem paz e saúde.

 Para se ver livre e liberto deste terror e preciso aprender a se perdoar.

Você pode encontra-ser aprisionado pelos desejos, pelas privações ou realmente pelas grades de uma prisão, mas se em sua imaginação acreditar que vive num estado de liberdade jamais sonhado você invocará justamente a resposta matemática da lei da sua mente em harmonia com o universo e,  terá como resultado, a felicidade.

Mesmo sendo pobre, sem recursos financeiros que possam comprar tudo o que deseja você pode ser feliz.
 

 O homem não vive sem desejar, pois isto é humano. 

Por isso, é importante entender se aquilo que deseja é negativo ou positivo para você. 

Se o seu desejo causa sofrimento e  inveja, então ele não é bom para você, mas se ele pode ajudar você e as todas pessoas ao seu redor, então este desejo é  positivo. 

Assim, se usar a imaginação centralizada no fracasso, permitindo que imagens destrutivas influenciam os pensamentos e emoções, olhando apenas para as dificuldades, para os problemas e não para a solução, tudo que vai conseguir é depressão, ódio, inveja, doenças psicossomáticas, ciúmes e hostilidade.

Se você pensa sabiamente, a reação ou a resposta também será sábia. Seu estado mental e seu eu interior lhe responde por meios que lhe são desconhecidos. Você pode ser conduzido a uma livraria e ali encontrar o livro que responde à sua pergunta, ou pode ouvir uma conversa que lhe dê a solução para o seu problema. As respostas chegam das mais diversas maneiras.

 É um conjunto que se forma pelo principio da telepatia com seu eu interior e as forças do universo.

Há muitas pessoas instruídas, inteligentes e com boa qualidade de escolaridade que nem consegue se sustentar financeiramente. Sua mente está tão absorvida as coisas negativas que fica difícil para ele reconhecer qual foi à maneira inadequada de pensar que criou as situações problemáticas que as impedem de viver feliz, enquanto outros, de pouca instrução, têm uma vida bem melhor.

Suas ações e sua vida nada mais são do que a expressão exterior de seus pensamentos. Quando alguém não consegue progredir financeiramente e sua vida é marcada pelo sofrimento e dor, significa que está fazendo algo errado e não tem a aprovação de seu Deus interior. Absorvido pelo sentimento de culpa, seu eu interior o acusa e o amordaça através de preocupações e pensamentos mórbidos.

Para se ver livre deste fardo, o homem deve abandonar suas falsas crenças, opiniões e teorias, trocando-as pela vontade que o torna livre. Modificar as condições, mudando de atitude mental. Seu pensamento e seu entendimento criam seu destino e determinam sua experiência de vida. Isto compromete suficiente seu discernimento, de tal forma, que o leva ao fracasso. 

E o pior, você pode carregar este fardo para outras vidas.

Nunca se deve ter medo de ousar, de mudar e procurar aprender. O descontrole mental sempre o leva ao fracasso. 

Pois o homem se deixa rebaixar ao sentir sua falhas e, faz com que suas emoções sejam reprimidas e suprimidas como um fantasma que o assombra sem piedade.

Porque a água, o sol, a natureza e sua mente são completamente impessoais. Eles não têm culpa de suas falhas, enganos e iniqüidades. Que adianta culpar o rio, se você se afoga nele por não saber nadar. Que adianta pedir perdão ao seu Deus e a vida se você não sabe se perdoar.

Uma pessoa emocionalizada profundamente por uma idéia falsa que controla sua mente sofrerá as conseqüências deste estado mental. Todas as emoções negativas são destrutivas e deprimem as forças vitais do corpo. Em toda emoção, a energia se acumula no subconsciente e permanece ali aninhada.
 

A prosperidade e a felicidade dependem de como você se relaciona com o universo, com as pessoas e principalmente com você mesmo. O objetivo de uma modificação da atitude mental face à vida traz serenidade e uma paz mental.

Deixar-se sofrer e viver pensando nos problemas jamais o homem encontrará uma resposta verdadeira para ela. 

Mudar, não brigar com a mente, enfim, substituir seus pensamentos negativos por outros positivos e se precisar, utilizar-se da oração para que seu Deus interior permita-o a não julgar e a se perdoar. 
 

Clicke na Bruxa para saber mais

Clicke na estrela para ir para o Índice de Comportamento Mágicko



Instituto de Pesquisas Psíquicas Imagick
(0xx) (11) 3813.4123
 
 
 


imagick@imagick.org.br
 
 
 


Página desenvolvida por:
Imagick Edições e Comunicações Visuais


Quem somos O Imagick A Cidade das Estrelas A Irmandade das Estrelas Programação de Atividades Nossa Turma (Biografias) Contatos / Redes Sociais Cursos e Vivências Cursos Imagick ao Vivo Cursos e Vivências em CDs Cursos e Vivências em DVDs Programe sua Mente Reprograme sua Mente Vivências Externas Consultas Online Consulta Gratuita de Tarot I Ching Gratuito Runas Grátis Consulta ao Mestre Nazareno Reicki a Distãncia Oráckulo - Mensagem do Dia Pantáculos Zodiacais O Baú Magicko da Bruxa Pratickas Saude Magicka Treinamentos Magickos Meditações Magickas Orações Magickas Pensamento Magicko Consultas Pessoais Consulta Particular de Tarot Regressão de Memória Criação de Pantáculos Artigos Novidades Psiquê Mágicka Sistemas Mágickos Artigos Intrigantes Mistérios Curiosos Tradições Religiosas Comportamento Mágicko Música Magicka Notícias Mágickas Divertimentos Magickos Matemática Curiosa Variedades Significativas Ilusões Magickas Paginas Selecionadas Boletins Magickos Midia Fotos Magickas Videos Magickos Livros e Publicações Links Parceiros Imagicklan Nossa História Amor Incondicional Anjos e Demônios Consultas Gratis Vossos Deuses Deuses Egípicios Tipos de Magia Ser Bruxa Imagens de Jesus Reprograme sua Mente Cura pelo Pensamento Poder da Palavra Programação Mental Vida Secreta de Jesus A Pessoa de Jesus Tratamento Vidas Passadas Sistemas Alternativos Ritual de Pacto de Amor Bruxarias Magickas Runas e Numerologia Inscrição